sexta-feira, 29 de agosto de 2014

45 K - Troca da bateria

Depois de constatado de fato que o problema era a bateria que não segurava a carga, e por isso eu fui de guincho para a concessionária. Chegava a hora de trocar a bateria, a "consultora" que me atendeu olhou no sistema da Jac o preço da bateria.

Para colocar uma nova bateria o preço seria de míseros 470 reais, o que obviamente na minha opinião era um pouco salgado, ainda mais levando em conta que era para colocar outra bateria igual a que estava no carro.

Exatamente na frente da Jac tinha uma loja de baterias, então a "consultora" e o técnico sugeriram de comprar uma lá que a concessionária instalava. Perguntei se eles podiam dar uma carga na bateria para que eu pudesse sair da concessionária pelo menos com o carro andando e a resposta foi de que eles teriam que ver com os superiores se poderiam fazer isso e mais, ao trocar a bateria eu teria que reprogramar a central do carro pois eles não mantém o carro energizado. O simples procedimento de reprogramação da central custava 180 reais.

Vamos ao fatos:

  1. Eles não dariam uma carga na bateria pois já que eu estava na concessionária era a chance deles faturarem um pouco mais, se eu não quisesse fazer o serviço teria que chamar o guincho de novo já que o carro não estava nem ligando, o azar deles foi ter uma loja de baterias justamente na frente da concessionária. 

  2. A troca da bateria desligando totalmente a energia foi intencional, já que dessa forma o cliente é obrigado a reprogramar a central pois a mesma é resetada automaticamente quando não possui alimentação. Será que se eu simplesmente aceitasse a troca da bateria e não acompanhasse o serviço eles deixariam o carro ficar sem energia? Sinceramente eu acho que não, afinal pra que vão perder tempo reprogramando se não precisa.
Atravessei a rua e comprei uma bateria bagaceira de 180 reais e me sujeitei a pagar mais 180 reais para reprogramar o carro, já que eu não tinha escolha. Custo total de 360 reais para trocar a bateria.

Carro reprogramado, eu estava liberado depois de umas duas horas envolvido com isso na concessionária.

Conclusão

Fiquei empenhando três vezes após um suposto conserto da concessionária, até ter um problema evidente e ir de guincho para a concessionária achar o problema e resolver de forma definitiva. E eu relutando contra todos que falaram da bateria, afinal a concessionária já tinha visto o problema e eu acreditava que eles não iam errar tão feio, pois é, mas erraram.

Dica

Nunca troque a bateria na concessionária da Jac. A minha dica é trocar em uma oficina de confiança ou em uma loja especializada, lá eles mantém o carro energizado e você só paga a bateria nova e ainda tem uma vantagem, é muito mais rápido que a concessionária.

4 comentários:

  1. Gostaria de saber o que representa esta tal "reprogramação", fui na jac ver um carro hoje e não senti firmeza nestas baterias que por coincidência tinha 2 carros sem carga e com os polos positivos completamente oxidados... achei estranha coincidência...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, e ai Vander.

      A reprogramação consiste em fazer a central eletrônica reaprender todos os parâmetros do carro novamente. Exemplo, regulagem de altura do acelerador que é eletrônico, parâmetros que são enviados pelo corpo de borboleta e informam se a mesma tem sujeira, tipo de combustível que está no carro (no meu caso é só gasolina mas no modelo Flex isso é importante), etc.

      Na prática o carro se adapta a determinadas condições conforme o uso, pois existem diversos sensores que informam a central. Outra coisa importante são os parâmetros que a Jac ajusta para o Brasil, exemplo: tipo de combustível com álcool, nesse caso a injeção eletrônica pode receber parâmetros específicos para isso.

      Espero ter ajudado

      Excluir
  2. Parabéns pelo blog. Uma pequena explanação. A troca da bateria pode ser feita em qualquer loja de bateria ou com um mecânico com experiência. Para não desprogramar o módulo de injeção ou computador de bordo do veículo, as lojas de baterias, fazem um procedimento de usar uma bateria auxiliar, permitindo que o carro mantenha-se energizado enquanto é feita a substituição de bateria. O mecânica, se ele tiver um cabo de transferência de energia (o famoso cabo de chupeta) e uma bateria ele pode fazer este procedimento. Caso, o carro seja venha a se desprogramar, ainda assim, existe procedimentos rápidos e simples que fazem com o carro volte ao normal. Geralmente, se encontra facilmente em buscas no google. Visite nosso site: www.centralbateriassp.com.br

    ResponderExcluir
  3. meu carro ficou sem bateria TOTALMENTE eu troquei sem o carro energizado e não tive nada que reprogramar

    ResponderExcluir